quarta-feira, 19 de abril de 2017

[Resenha] O Guardião Invisível, Dolores Redondo - Trilogia Baztán #1

Título: O Guardião Invisível
Autora: Dolores Redondo
Série: Trilogia Baztán #1
Editora: Planeta (cortesia)
Páginas: 352
Onde comprar: Amazon | Saraiva | Submarino

O Guardião Invisível, primeiro livro da Trilogia Baztán, nos apresenta à história da investigadora Amaia Salazar, uma mulher bem-sucedida, mas que sofre preconceito por ser mulher, afinal, quem nunca?

No pequeno povoado de Navarra, na Espanha, às margens do rio Baztán um corpo de uma adolescente é encontrado e Amaia é escolhida para investigar e descobrir quem cometeu tamanha atrocidade. Acontece que Navarra é sua terra natal, um lugar que ela fez de tudo para sair e nunca mais voltar.

A investigação se mostra inútil, pois nada parece fazer sentido e o crime parece ser perfeito, não existem brechas. Enquanto Amaia conduz essa investigação, começa a ter pesadelos por tudo que lhe aconteceu no passado, a realidade se mistura à mitologia e crenças pagãs começam a ter força. Conseguiria Amaia descobrir quem está cometendo tamanha atrocidade? Poderia ela vencer seus demônios e viver em paz?

Antes de começar minhas impressões preciso dizer que ler esse livro foi como andar numa montanha russa. No começo, senti aquele frio na barriga e a vontade de chegar ao final, depois, a emoção se foi e senti que estava sendo enrolada e não tinha mais vontade de chegar ao final, mas, aí, surgiu uma tensão maior e não consegui parar enquanto não cheguei na última página.

Amaia é uma personagem complexa. Ela guarda muitos segredos do marido. Aliás, ouso dizer que, no começo da trama, ele sabe nada sobre ela. Além de toda essa complexidade que a envolve, sua família é meio maluca. A tia, Engrasi, é vidente, uma das irmãs, Ros, é uma mulher que também lê cartas e enfrenta problemas com o marido e Flora, a irmã mais velha, é uma mal-amada que cuida da doceria da família e arruma briga com todos fulltime. Também temos James, o marido de Amaia, que é um homem lindo, compreensivo, apaixonado e, simplesmente, perfeito. Todos esses personagens, e alguns outros que aparecem ao longo da trama, foram bem construídos e desenvolvidos e são de extrema importância para a trama.

Os crimes – sim, porque existe mais de um – também foram desenvolvidos e a autor fez tudo de uma forma que eu não conseguia encontrar nenhuma pista sobre o que realmente havia acontecido, então, sim, fiquei completamente presa. Entretanto, não é apenas do suspense relacionado aos crimes que o livro se sustenta, ele deixa a investigação de lado em alguns momentos para focar em tramas secundárias que envolve a vida pessoal dos personagens. Isso não seria ruim se eu não sentisse que ela estava fazendo isso para enrolar, pois foi assim que me senti, em alguns momentos.

Fui cética com relação a parte de fantasia da obra, mas depois fiquei: Minha nossa! Que bacana isso. Então, aí está mais um ponto positivo para a autora. Outro ponto positivo é a solução do enigma, ela foi muito bem construída e me convenceu, apesar de eu ter achado que ela aconteceu muito rápido. Nas últimas páginas a autora também deixa um gancho enorme para o segundo volume. Confesso que estou muito ansiosa para saber o que vai acontecer e por quais caminhos Dolores nos levará.

Existe a informação de uma adaptação cinematográfica que estreará em breve, mas não encontrei maiores informações. Quando lançar e eu assistir – porque o farei – falarei por aqui o que achei. 

Classificação:

5 comentários:

  1. Eu gostei do livro Bru, mas eu esperava mais, bem mais.
    Eu achei que ele falou demais sobre as questões pessoais da personagem principal, quando essa questão deveria ser bem balanceada com os outros pontos da história, principalmente o assassinato. E a força sobrenatural não me comprou muito não! Kkkkkk. Mas confesso que estou ansiosa pelo próximo livro. Você viu que tem filme né? Pena que até agora não veio para o Brasil...



    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu não conhecia essa trilogia e confesso que fiquei loucamente interessado por ela. O cenário criado e as condições da sociedade ali apresentada me chamou muita atenção, gosto desse momento "evolutivo", além disso, os pontos que você ressaltou foram muito importantes para explicar pela suas impressões e eles me conquistaram também. Adicionei o livro em desejados no Skoob e pretendo fazer a leitura assim que surgir uma oportunidade! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?
    Pra uma questão sobrenatural me convencer precisa ser muito, muito boa. De verdade.
    Eu adoro livros que tratam disso, mas tenho medo de exagerarem na dose e ficar muito forçado. Gostei de saber que o final do enigma ficou bem construído, pois ultimamente os livros que leio andam bem previsíveis :(

    ResponderExcluir
  4. OI. :)
    Não curto esse gênero, já tentei diversas vezes ler algum livro, mas não saio das primeira páginas.
    Adorei sua resenha. Parabéns.
    Obrigada pela visita no Blog As Meninas Que Leem Livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro até então. E a história parece ser muito intensa, adoro livros de investigação... sempre me prendem de um jeito que me enlouquecem por uns dias. Vou anotar a dica por aqui desse ai!
    Beijokas!

    ResponderExcluir