quarta-feira, 21 de junho de 2017

[Resenha] Borborema, Letícia Godoy

Título: Borborema
Autora: Letícia Godoy
Editora: Arwen (cortesia)
Páginas: 346
Onde comprar: Amazon | Loja da Editora

Quando Borborema foi lançado, em 2016, tive muita vontade de fazer a leitura, mas, por conta de tantos outros livros que estavam na fila, a vez desse livro nunca chegou até esse ano, quando o blog se tornou parceiro da Editora Arwen e a oportunidade, enfim, surgiu. Sem pensar duas vezes, mergulhei na história de Annabel, uma mulher fria e calculista, que esconde um passado misterioso e tem uma vida segura e perfeita na Capital.

Seu passado – que nós não sabemos o que é – determinou muito a pessoa que ela é; workaholic e totalmente segura emocionalmente (será mesmo?), ela não se envolve com ninguém. Seu chefe e amigo, André, é muito grato a ela por toda a ajuda no escritório, principalmente, considerando os grandes casos que essa advogada ganha.

Tudo ia bem até ela receber uma ligação pedindo para que ela vá visitar o pai, em Siqueira Campos, pois ele está morrendo. Chegando em sua antiga casa, Annabel é, felizmente, bem recebida por seus irmãos, Pedro, Marcela e Henrique, e sua mãe, mas Diana parece nutrir um ódio inexplicável pela irmã. O pai é um caso à parte, o homem é um crápula e não consigo entender como todos podem endeusa-lo depois de saber tudo o que ele fez.

Annabel conhece Lisandro, após uma cavalgada, e, apesar de tentar não se envolver, ela começará a se apaixonar pelo lindo peão e isso faz com que a primeira barreira que ela lutou tanto para construir seja quebrada. 
“Do que me adianta ser tão durona, se tudo o que eu queria era ter alguém para dividir minha rotina e que pudesse me abraçar quando eu tivesse um dia ruim?”

Temos, também, a descoberta de uma grande dívida do pai com um homem mercenário, Gregório, e pai de do ex-noivo de Annabel, Ricardo, e muitas coisas vão acontecer com o surgimento desse problema, inclusive, uma investigação que colocará a vida das pessoas em risco. Como ela enfrentará seu passado em meio a toda essa confusão? E, principalmente, o que estaria acontecendo em sua cidade?


Como vocês devem imaginar, minhas expectativas com relação a essa obra estavam altíssimas e, infelizmente, nem todas foram supridas. Annabel é uma mulher que parece ser forte, madura e tudo o mais, mas ela não é assim. Ela vive fugindo de seus problemas e isso me irritou, deu vontade de entrar na trama e falar: “Minha filha, aprende a viver!!”. Graças aos céus a autora trabalhou isso na trama e a protagonista evoluiu muito, tornando-se uma pessoa completamente diferente quando o livro terminou.

O mistério em torno das dívidas do pai e de situações ilícitas é muito interessante e a autora foi nos revelando as coisas pouco a pouco, o que me agradou muito, visto que não consegui prever o que estava acontecendo, o que foi um ponto superpositivo, já que sou a detetive dos livros (risos).

Por fim, o triângulo amoroso inserido pela autora não me convenceu, mas gostei da escolha final da protagonista, pois a outra opção não funcionaria para ela.

Apesar de destacar alguns pontos negativos, o livro é bom. Foi bem escrito, os personagens foram bem construídos e a trama vai além do romance, fazendo o leitor refletir sobre dramas familiares, escolhas certas e erradas e, principalmente, amor (não romântico). Indico essa obra para todos que querem uma leitura rápida e gostosa de ser feita. 
“A pior prisão é ter o coração fechado.”

Classificação:

20 comentários:

  1. Olá
    Ainda não tinha lido nada a respeito deste livro, apesar de já ter lido ótimos comentários a respeito da escrita da autora, por isso tenho muita curiosidade em conferir. Confesso que não curto triângulos amorosos, porém apesar dos pontos negativos que você mencionou, acho que eu faria essa leitura sim!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bom?
    Não conhecia essa leitura mas não sei se leria não gosto de protagonistas "fracas" que vivem fugindo dos problemas entende? Mas por outro lado gostaria de saber se o triangulo amoroso e bem confuso que realmente nos deixa dividida entre ambos, talvez eu de uma chance.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Bruna, tudo bem?
    É tão bom quando finalmente conseguimos ler um livro que tanto queríamos né? Gostei muito da sua resenha, confesso que não conhecia o livro e fiquei um pouco em dúvida sobre o como eu reagiria a história. De imediato o livro me chamou a atenção porque eu tbm gosto de desvendar os misterios e ser surpreendida, mas por outro, as suas questões não respondidas me desistimularam um pouco.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  4. Oie Bru,
    De início achei a narrativa tão lenta né? Mas depois que vamos conhecendo as histórias, e os questionamentos vão sendo respondidos tudo vai clareando. Um ponto que gostei é que toda a família se une por um bem maior, issi é lindo.
    Há personagens que amamos e odiamos. Apesar de tudo, foi uma obra que gostei!
    Beijinhos, Amanda M.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Bru. Tudo bem?
    Adorei sua resenha!
    Também sempre tive curiosidade em relação a esse livro, porém, ainda não tive oportunidade de ler... É uma pena voce ter se decepcionado com a obra, porém, chega a ser compreensível, pois, sempre que depositamos muitas expectativas raramente conseguimos suprir.
    O fato do triangulo amoroso não ter convencido me desanimou bastante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii!!!
    Estou com muita vontade de ler esse livro. Eu acho a capa linda! Vou ler o livro considerando suas ressalvas. Eu também não gosto de personagens que ficam fugindo dos seus problemas, espero que isso não se torne um grande problema quando eu ler. Gostei da resenha, bem sincera e é uma pena que nem todas as suas expectativas foram atingidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Nossa, é tão chato quando as nossas expectativas não são atendidas totalmente durante a leitura do livro.
    Mas mesmo assim, eu fiquei interessada em fazer a leitura, e vou anotar essa dica para conferir futuramente.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia o livro e agora acho que não me interessaria em lê-lo. Provavelmente pela parte do romance ou da construção da personagem principal. E eu entendo perfeitamente quando você espera muito sobre um livro e ele não atende nem metade, é tão frustrante :')
    Mas que bom que no geral o livro não foi ruim haha
    Quem sabe um dia eu depare com ele e me interesse de verdade!
    Obrigada pela indicação
    Beijos~
    As Meninas Que Leem Livros~

    ResponderExcluir
  9. Olá! Que pena que nem todas as expectativa que você tinha da obra foram supridas. Que bom que a autora foi revelando as coisas aos poucos, isso realmente é bom. Triângulos amorosos realmente às vezes são um ponto negativo. Apesar de tudo, bom que é um livro com personagens bem construído e trama também. Adoro o título dessa obra, ainda quero ler, mas pela sua resenha vou tentar ser sem expectativas. Beijos'

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruna,
    nunca tinha ouvido falar desse livro, mas achei a premissa bem interessante e leria com certeza se tivesse a oportunidade. Fiquei bem curiosa para entender origem do rancor de Diana pela irmã, já que os outros estavam okay. Quando comecei a ler sua resenha pensei logo, nossa essa personagem deve ser daquelas cheias de força, mulher de fibra e tals, que pena que no final das contas não é bem assim, mas o fato dela evoluir e mudar conforme a história acontece é sem sombra de dúvidas um ponto positivo a ser considerado.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Bru, tudo bem?
    Ah que resenha mais amor, eu conheço a trabalho da autora através das redes sociais, mas ainda não li nenhuma de suas obras.
    Confesso que fiquei bem apaixonada e empolgada em realizar a leitura desse livro, e já anotei a dica aqui.
    Espero ler em breve, um beijo.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bruna!
    Que bom que apesar dos pontos negativos que você apontou, a leitura foi satisfatória e, de forma geral, você curtiu. Eu pessoalmente ando com pouca paciência para personagens que parecem fortes mas só fogem e achei bem interessante a escolha da autora em criar a personagem assim e fazer com que ao longo da trama ela fosse mudando aos poucos. Não conhecia o livro, mas fiquei um pouco curiosa para saber sobre o passado da personagem e tudo o mais que está acontecendo em sua vida (apesar do triângulo amoroso ter minado minha empolgação um pouco haha), vou marcar aqui pra não esquecer de procurar depois :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie! Tudo bem?

    Ainda não li nada da autora, mas acredito que no momento que eu o fizer irei gostar das histórias criadas por ela, esse livro já li outras resenhas e ele despertou meu interesse, só vou esperar voltar a ler romances para realizar a leitura dele!

    Bjss

    ResponderExcluir
  14. Quando eu leio a palavra triângulo amoroso eu chego a ter um arrepio, Bru! Hahahaha
    Eu já li algumas resenhas desse livro e ele nunca despertou 100% do meu interesse. Acho a capa bonita, mas não gosto do nome.
    Que pena que teve essas ressalvas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruna
    Gostei muito de ler suas impressões sobre a obra. Conheço a autora, mas ainda não tive oportunidade de ler.
    Triângulo amoroso sempre são difíceis mesmo. Mas gostei do seu sincero olhar e de tudo que li aqui. Apesar das ressalvas, acho que daria uma oportunidade.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa. Creio que essa característica da personagem de fugir dos problemas seja algo que me irritaria também. Mas quero ler <3 já senti que vale a pena, só pelo suspense de certa forma e por falar tanto sobre amor, além do romântico.

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Ainda não conhecia o livro, mas achei a capa bem bonita!

    Parece ter uma premissa interessante, o único problema que encontrei foi o triangulo amoroso, acho que não leria por conta disso, os autores(as) deveriam fugir dessa temática, é tão difícil acertar e convencer o leitor...

    Mas adorei sua resenha!

    Beijos
    Jess

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e é uma pena quando uma leitura não atinge todas as nossas expectativas, né? Eu achei a premissa interessante e imagino que é uma boa leitura, apesar de ter um triângulo que não é convincente e a protagonista irritar com algumas atitudes. Enfim, gostei bastante de conferir sua resenha e vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Oi Bruna, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar desse livro e para ser sincera eu não sabia exatamente do que se tratava, mas gostei de ver que é uma obra de leitura rápida e que fala sobre amor e família, com certeza irei ler logo que tiver uma oportunidade. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá, pessoal, que pena que o livro não atendeu as suas expectativas, Bruna.
    Mas fico feliz que não tenha sido uma decepção total. A Annabel realmente foge de tudo, mas tentei pensar pela perspectiva de que não somos perfeitos e por isso ela não podia ser a personagem mais foda do mundo rsrsrs foi assim que pensei para colocar ela como coloquei. Queria mostrar que as situações vão a transformando e também não tinha intensão de um triângulo amoroso. Ele, na verdade, é quase inexistente se formos analisar. Ela gostou de um, depois do outro em tempos diferentes .

    Mas de coração, obrigada pela resenha!

    ResponderExcluir